Bem-vindo à página oficial da Câmara Municipal de Terras de Bouro

Nota à navegação com tecnologias de apoio h2

Nota à navegação com tecnologias de apoio h3

Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 1)

Calendário de eventos

V Jornadas de Soberania Alimentar
De Sábado, 14. novembro 2015
Até Domingo, 15. novembro 2015

 

Mais um Outono, mais uma edição das V Jornadas de Soberania Alimentar, que vão decorrer no Campo do Gerês no próximo fim-de-semana 14 e 15 de Novembro de 2015.
Estas vão dirigidas às e aos agricultor@s, fruticultor@s, apicultor@s, consumidor@s, amantes da Terra em geral.


Este espaço de partilha e convívio, pretende ser á vez um terreiro de fraterno debate, troca de ideias e experiências, necessárias para a sementeira de um Mundo melhor, mais justo; co-responsáveis que somos sobre tudo o que fazemos, comemos, construímos, nesta urgência de transformar o nosso entorno em algo sustentável, respirável e digno de vivermos e criár-mos vida; apelamos, todos os anos, a esta fogueira de experiências que nos junta.
Esperamos que a informação partilhada por Tod@s nestas jornadas flua e inspire o caminho da prática e da cultura na Agroecologia.

A entrada nas jornadas é livre. Agradecemos somente a inscrição prévia para facilitar a gestão do almoço de domingo.

Quem precisar de espaço para ficar na aldeia dispõe da pousada da juventude, parque de campismo, casas rurais e uma albergaria; estará disponível uma sala da antiga escola para pernoitar, com acesso a w.c., e para quem se atrever a acampar haverá o jardim a volta da escola.

Haverá um mercadinho eco-artesanal, quem desejar pôr uma banca, contacte-nos previamente (campoemtransicao@gmail.com); e uma mesa livre de troca de sementes.

Para a acção de reflorestação que decorrerá no sábado de manhã não será preciso trazer material vegetativo nenhum pois forneceremos todo, excepto se algum de vós tiver bolotas de azinheira doce! Esta acção irá decorrer perto do local das Jornadas numa parte do monte que ardeu na primavera passada por motivos humanos como de costume. O ponto de encontro será na antiga escola primária às 10h.

 

 

CARTAZ JORNADAS2015

 

 

Núcleo de Agroecologia do Campo do Gerês

PROGRAMA:

V JORNADAS DE SOBERANIA ALIMENTAR

14 e 15 Nov. 2015
CAMPO DO GERÊS,
na antiga escola primária (junto ao Café Stop)


SÁBADO

10h Semear uma floresta: ação de reflorestação.

ALMOÇO COMPARTIDO (traga o seu farnel para partilhar!)

15h Apicultura Natural e Sustentável, uma abordagem apicêntrica em vez de antropocêntrica, com Harald Hafner (apicultor, formador apícola e mestrado em apicultura na Austria).
Problemáticas da apicultura convencional; Perceber o ecossistema da colmeia; Maneiras naturais de controlar a varroa.

18h Projecção do filme "Cowspiracy" + debate

Magusto e Música pela noite dentro...
traz o teu instrumento!


DOMINGO

10h30 Oficina prática de alimentos fermentados: elaboração de choucroutte, tempéh e amazake, com Bernardino Ramos e Hugo Leitão (agricultores do projecto Grão - Agricultura Sustentável).
A importância da alimentação enzimática no organismo.

ALMOÇO

15h A maçã no Minho: resgatando a herança perdida, um legado com futuro, com Raúl Rodrigues (fruticultor, professor no IPVC e doutor em Ciências Agrárias).
História e simbologia da maçã; o trabalho de prospecção e recuperação de cultivares regionais no Minho de macieiras e pereiras.

17h Elaboração de preparados naturais para a horta, fruteiras e vinha, com Bernardo Estévez (agricultor e viticultor do Ribeiro Galego).
Como prevenir pragas e doenças, fortalecer a imunidade das plantas e potenciar a actividade microbiana do solo.


MERCADINHO ECO-ARTESANAL e TROCA DE SEMENTES


ENTRADA LIVRE
Agradecemos inscrição para o almoço de domingo.
Mais info: campoemtransicao@gmail.com

Organiza: Núcleo de Agroecologia do Campo do Gerês.
Apoia: Junta de Freguesia do Campo do Gerês e C.M. de Terras de Bouro.


“A agricultura orgânica é entregar-se à tarefa de desenterrar e resgatar o velho sonho nunca esgotado das sociedades agrárias mais humildes e sabias, as quais practicaram e garantiram durante muito tempo a autodeterminação alimentaria das suas comunidades, através do desenho de autênticos modelos de empreendimento familiar rural, onde os seres conjugaram sabedoria, saberes, sabores e habilidades para garantir a sustentabilidade e o respeito pela natureza que os viu nascer: essa mesma agricultura, muito mais que uma simples revolução nas técnicas agropecuárias de produção, é a fundação práctica de um movimento de aliança espiritual, de uma revolução, para mudar a forma de conviver os seres humanos com a mãe terra.”

Local Campo do Gerês - Terras de Bouro

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. mais informação