Apresentado projeto de Revitalização dos Setores Produtivos e Tradicionais do PNPG

No dia 30 de junho, em Ponte da Barca, o Município de Terras de Bouro marcou presença na constituição da Comissão de acompanhamento do Projeto de Revitalização dos Sectores Produtivos e Tradicionais do PNPG (RevitAGRI – PNPG). O projeto é coordenado pela Escola Superior Agrária do IPVC em parceria com a Escola Superior de Ciências Empresarias, ambas do IPVC.

Para a Dr.ª. Paula Vale, Diretora da Escola Superior Agrária do IPVC, “muitos dos projetos desenvolvidos para o PNPG centram-se na dinamização das atividades turísticas e de desporto de natureza e na comunicação destas atividades, existindo um espaço cuja exploração e análise se mostra fundamental para a dinamização do PNPG – Agricultura e todas atividades ao setor agroalimentar. Esta área foi identificada neste projeto como a área do Agronegócio do PNPG”. A Diretora da ESA – Escola Superior Agrária, afirma que “existem eixos prioritários de intervenção para o PNPG, nomeadamente os eixos 1 - IMAGEM E IDENTIDADE e 2 - DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÓMICO (II.1. Valorização dos Recursos Endógenos e das Atividades Tradicionais). É neste contexto que surge a presente candidatura e que visa a revitalização dos setores produtivos tradicionais do PNPG, centrada na área do agronegócio”.

CAPA

O projeto visa ainda uma análise das empresas alvo, relativamente ao seu potencial de inovação, à melhoria dos circuitos de comercialização e à identificação de redes de cooperação que visem uma maior rentabilização dos recursos e um aumento de escala para posicionamento dos produtos no mercado. Paralelamente a estas ações serão implementadas ações de demonstração, recorrendo a casos de sucesso existentes na Europa, em condicionalismos territoriais idênticos ao do PNPG. Estas ações visam uma aprendizagem prática e uma capacitação das entidades e associações com intervenção no PNPG, permitindo ainda o desenvolvimento de redes de cooperação com estes casos bem-sucedidos. Mas as ações de demonstração são igualmente aplicadas aos produtores/empresários, quer em seminários organizados para apresentação de projetos análogos, quer através de uma missão à Galiza, onde a aprendizagem no terreno se mostra valiosa para o conhecimento de experiências e de projetos implementados e bem-sucedidos, que aportaram dinâmicas no território e que contribuíram para a fixação de jovens e para o desenvolvimento económico.

Da comissão de acompanhamento fazem parte: a ESA e a ESCE do IPVC (entidade coordenadora do projeto); DRAPN; ICNF; os Municípios de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Melgaço, Terras de Bouro e Montalegre e as associações locais como ADRIL, ADRMINHO, ADER e ATAHCA.

 

© Câmara Municipal de Terras de Bouro 2015, Todos os direitos reservados.

Praça do Município - Moimenta, 4840-100 Terras de Bouro | Telefone 253 350010 | Fax 253 351894 | geral@cm-terrasdebouro.pt

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. mais informação